Pular para o conteúdo principal

Subdiscos e Ophicina Sonora fecham parceria.


Subdiscos e Ophicina Sonora fecham parceria.


O Sub Discos Selo, independente de Caxias do Sul, fecha parceria com Estúdio Ophicina Sonora cujo o fundador e proprietário Anderson Vanderlei Silva Soares, vulgo Tição, muito conhecido no meio da música, cheio de histórias pra contar, uma das mais famosas é quando o produtor trouxe a Caxias os meninos do Mamonas Assassinas e gerou um alvoroço verdadeiro rebuliço na rua do Estúdio localizado no bairro Floresta.

O Ophicina Sonora é um Estúdio tradicional e renomado em Caxias, é o Xodó do seu proprietário que atualmente se dedica exclusivamente a produção de palcos, em feiras regionais e nacionais, shows de alto nível, montando e desmontado infra estruturas gigantescas para atender artistas de renomes nacionais e internacionais que tocam aqui na nossa região.O que deixa pouco tempo para que possa administrar o Estúdio.

Pensando em unir o útil ao agradável, a parceria entre o Estúdio e o Selo é uma via de mão dupla para as duas partes, onde o estúdio será gerenciado, mantido e o atendimento realizado pela Sub Discos Records em horários seus Horários comerciais de Seg a Dom das 14h às 23h,além disso os projetos do selo também podem atingir mais, bandas ter maior proximidade com artistas da região e oferecer promoções nunca vista antes.

A Sub_Discos Records está atuando na cena independente a um pouco mais de um ano e atualmente conta com cinco bandas no seu cast de artistas entre bandas de Caxias e Farroupilha, são elas: Capa Preta Rock, Exclusão Social, Geração Final, Irmandade (Reggae) e Keni in Kaos, aperto de mão mais recente fechado pelo Selo.

“A Keni in Kaos foi um achado na primeira edição do Carnaval Underground em Farroupilha” diz Anderson Severo (Tchaina) Fundador e Coordenador do Selo.

O Selo abrange e une diversos estilos em suas produções tem desde Reggaes, Rock, Punk HardCore, Grunge.

Do ano passado até o presente momento foi produzido ou teve participações em 9 Cds, entre as mais recentes está a Coletânea Carnaval Underground Volume 1 (2019), produzido com registro de bandas que tocaram na última edição do Festival.

Entre as produções que o selo está envolvido de alguma forma são elas:Antes de Tudo Acabar (Capa Preta Rock), Nada Que Não Possa Piorar (Capa Preta Rock), Mundo Desumano (Relançamento Geração final), Simplesmente Punk (Exclusão Social) e Caos Em Mim - (Ossos) Trabalhos que foram produzidos diretamente pelo selo ou indiretamente teve algum apoio.

Além da produção fonográfica a Sub Discos tem desenvolvido parcerias com diversos sites especializados em Rock e agora em Reggae também, fomentando a cena de norte a sul do país, ajudando diversas bandas a divulgarem seus trabalhos, aumentando o alcance e visibilidade dessas bandas.

“A proposta que nós temos para a Ophicina Sonora é simples, é seguir com a mesma proposta, filosofia que a gente tem vivido na Sub_Discos, trabalhar honestamente e com transparência, oferecer e realizar serviços, que sejam economicamente acessíveis para as bandas independentes e autorais e claro não temos limitações exclusivas queremos atender a todos os gêneros e artistas. Temos diversos projetos que serão alavancados com a possibilidade de ter em mãos um laboratório sonoro e participar de todas as etapas do projeto, com o nosso modo de fazer as coisas do jeito, faça você mesmo, metodologia aplicada desde sempre, desde antes da Sub Discos, existir digamos assim, queremos aproximar a comunidade e as crianças e adolescentes da música e da produção musical e agora vai ser possível” diz Tchaina

Os Serviços aos dispor das bandas são:

Sala de ensaio e gravação

Assessoria de Imprensa

Registro de Músicas e Fonogramas

Distribuição física e Digital

Duplicação de Cds e DVD’s

Arte de capas, contra capas, encartes e Rótulo do CD

Produção de Material de Merchan (Em Breve)

Manutenção em Redes Sociais


E a primeira promoção do Estúdio é imperdível!



Comentários

As mais lidas

Geração Final, no Showlivre Day Contando com seu voto!

A.N.T.Z: Atração no volume 1 da Coletânea do Carnaval Underground

Legado de Sophia: Mundo Invertido (Resenha)